No dia 06 de março, a Footwork, escola de patinação artística, organizou uma prova para novos bolsistas.

Cerca de quarenta crianças, estudantes de colégios públicos, participaram de uma aula especial que juntava as diferentes modalidades artísticas oferecidas pela Footwork e, desses quarenta, vinte saíram com bolsas.

Segundo a diretora da Escola Paranaguá, Rosane Maria Rontschky, a iniciativa da Escola [Footwork] de abrir esse espaço foi muito importante para o desenvolvimento dos alunos, que não teriam outras oportunidades como essa.

Os candidatos foram selecionados através de um processo de três etapas: uma avalição técnica, avaliação do mérito sócio econômico e avaliação escolar de acordo com rendimento e frequência.

Valdir da Silva Mores, pai de Rafael de Paula Mores - um dos bolsistas selecionados, diz que a patinação vai ajudar no desenvolvimento do filho, principalmente na concentração e na comunicação, coisas que poderão ser levadas para a sala de aula depois.